Busca

     

Resultado



AS VEIAS ABERTAS DA LITERATURA NA AMÉRICA LATINA - PARTE 1, MAIS AO SUL


O curso tem o objetivo de mapear a literatura da América Latina em duas partes divididas de uma maneira geograficamente um tanto arbitrária, o que fará com que países como o México de Juan Rulfo, o Peru de Vargas Llosa e a Colômbia de García Márquez fiquem para um segundo momento. Concentrada mais ao Sul, a presente etapa fornecerá um mapa literário da Argentina, do Chile, do Uruguai e do Brasil, abordando seus principais autores de um modo mais geral na primeira parte da aula para, em seguida, debruçar-se sobre uma obra específica, pujante, poética, histórica e filosoficamente representativa da literatura em questão.



COMUNICAÇÃO NÃO-VIOLENTA: O QUE ISSO TEM A VER COM O MUNDO CORPORATIVO?


O mundo atual exige líderes capazes de guiar e motivar suas equipes, criando um ambiente onde todos cooperem entre si para atingir objetivos comuns. Pesquisas realizadas pelo expert em neurociência e neuroeconomia Paul Zak e publicadas na revista Harvard Business Review mostram que funcionários de empresas que fomentam uma relação de confiança entre eles são 50% mais produtivos, 74% menos estressados e 76% mais engajados. Isso impacta de forma considerável a lucratividade das organizações.

A tarefa, no entanto, não é simples. Mesmo quando bem-intencionados, muitos gestores acabam obtendo resultados insatisfatórios devido a falhas na interação com os funcionários. Isso porque uma fala livre de agressividade e humilhações não é suficiente. Para fomentar diálogos construtivos, confiança, empatia, reuniões mais eficazes e comprometimento com a empresa de forma genuína, são necessárias também mudanças sutis.

Nesse encontro, a especialista em coaching e desenvolvimento de líderes Marie Bendelac Ururahy apresentará os princípios básicos da Comunicação Não-Violenta. A técnica – desenvolvida pelo americano Marshall Rosenberg e aplicada em organizações de todas as naturezas, inclusive na ONU – é capaz de revolucionar os relacionamentos e gerar melhores resultados para os negócios.

*O ciclo ocorre das 13h às 14h30, e os inscritos recebem um lunch box antes de cada encontro.  



DO LIVRO AO FILME: O PROCESSO DE ADAPTAÇÃO LITERÁRIA PARA A TELA GRANDE


Desde a invenção do cinema, a literatura vem fornecendo um sem-número de histórias para a elaboração de filmes. Mas a transposição das páginas de um livro para os frames da tela grande envolve etapas complexas que muitas vezes permanecem desconhecidas do público, atento em geral apenas ao resultado final. Não é isso, porém, o que ocorrerá com A fera na selva, uma adaptação feita por Eliane Giardini e Paulo Betti a partir de obra homônima do americano Henry James. Quando a produção estrear, ainda este ano, os espectadores já terão tido a oportunidade de ler tanto o livro quanto o roteiro adaptado – ambos disponibilizados na internet pelos próprios atores/diretores.

Em uma noite especial, a CASA DO SABER RIO recebe a dupla para uma conversa sobre o processo de adaptação literária e sobre sua decisão de inovar na relação com o público de cinema.



EM DEFESA DA COMIDA: UM MANIFESTO


Atualmente, a dieta ocidental é baseada principalmente em alimentos ultraprocessados colocados à disposição dos consumidores de acordo com as prioridades da agroindústria e da indústria alimentícia. Para o jornalista americano e ativista da alimentação saudável Michael Pollan, não estamos nos alimentando de comida, e sim de “substâncias comestíveis parecidas com comida”. Autor do livro Em defesa da comida: um manifesto, que originou documentário homônimo, ele investiga as possíveis causas desse fenômeno, propõe hábitos simples que facilitem opções mais saudáveis e critica a ciência reducionista predominante nos discursos sobre alimentação e nutrição.

A CASA DO SABER RIO, em parceria com o canal PHILOS TV, realiza a exibição do filme Em defesa da comida: um manifesto (Estados Unidos, 2015), dirigido por Michael Pollan, seguida de bate-papo com a nutricionista Bia Rique.  

Apoio acadêmico
​  



JUDITH BUTLER E OS PROBLEMAS DE GÊNERO


Um dos nomes mais importantes do feminismo contemporâneo, a filósofa americana Judith Butler ganhou destaque nos anos 1990 com o livro Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade. A obra impulsionou o desenvolvimento da teoria queer e é considerada referência em debates que envolvem, por exemplo, a compreensão do gênero como performatividade, a subversão das normas de gênero e a crítica ao sistema sexo/gênero. Nesse curso, a professora Carla Rodrigues fará uma introdução a esse aspecto do pensamento da filósofa, entrelaçando questões candentes entre as feministas hoje.



TRUMP, 100 DIAS DEPOIS


Surpreendendo analistas do mundo inteiro e marcando para sempre a história política norte-americana, Donald Trump foi eleito presidente dos Estados Unidos no ano passado. Após uma campanha cheia de controvérsias, o bilionário republicano, que concorreu pela primeira vez na vida a um cargo público, ocupa agora o Salão Oval da Casa Branca.

Nesse encontro, a CASA DO SABER RIO convida o jornalista Guga Chacra a apresentar um balanço sobre a situação social e política dos Estados Unidos 100 dias após a posse de Trump. Direto de Nova York, por videoconferência, Chacra traz um panorama do momento e as direções que as políticas de Estado de Trump tomaram nesse início de mandato, bem como suas consequências para o mundo.

*Este encontro será realizado por videoconferência com mediação do professor Michel Gherman.  



O CINEMA POR TODOS OS ÂNGULOS - AS "ESCOLAS CINEMATOGRÁFICAS"


Este curso apresentará uma introdução às principais “escolas cinematográficas” e suas características: o cinema clássico americano, o neorrealismo italiano, o cinema psicológico sueco, a nouvelle vague francesa, o cinema novo brasileiro, o cinema político do leste europeu, o novo cinema independente americano. Também abordará as séries de televisão, um formato que cada vez mais atrai roteiristas e diretores aclamados da Sétima Arte. Todas as aulas contarão com exibição de trechos de filmes relacionados ao tema.



LIBERDADE


O conceito de liberdade vem se modificando e se adaptando ao longo dos séculos, influenciado por movimentos que forçaram ora o seu declínio, ora a sua ampliação. Para debater questões relacionadas a essa ideia tão cara a todos nós, a CASA DO SABER RIO reunirá os primos Daniel e Léa Maria Aarão Reis.

Juntos, o historiador e a jornalista realizarão um percurso histórico pelo conceito de liberdade – partindo das cidades-Estado italianas, da revolução política das Províncias Unidas nos Países Baixos e da Revolução Inglesa, e passando pelas revoluções francesa e americana, com suas ambições e limitações, até chegar ao Brasil atual.

Será dado destaque à transformação da ideia de liberdade pela humanidade, com especial atenção às classes populares, que pensaram o conceito de outras maneiras e sob novos ângulos. Também serão levantadas perguntas como: quais os limites da liberdade individual? A liberdade e a igualdade são irmãs ou inimigas? Seria a racionalidade da livre escolha uma ilusão?



MULHERES E CONFLITOS ARMADOS


A atuação de mulheres em diversas forças armadas ao redor do mundo, bem como o papel delas em importantes focos de resistência – como as guerrilheiras peshmerga frente aos avanços do Estado Islâmico –, vem chamando cada vez mais a atenção.

O objetivo desse curso é apresentar um panorama de diversos conflitos armados, tendo como recorte a questão de gênero, a fim de evidenciar aqueles em que a presença feminina se mostrou fundamental. Contaremos com a ajuda das teorias da filósofa norte-americana Judith Butler e das ideias das escritoras Svetlana Aleksiévitch, bielorussa, e Susan Sontag, norte-americana, para refletir sobre os estudos de caso.