Busca

     

Resultado



A GERAÇÃO BEAT


Eles se conheceram em Nova York no fim da Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Rompendo com os costumes puritanos da época em sua busca por autoconhecimento, experimentaram o caminho do sexo e das drogas, revolucionaram a literatura mundial e influenciaram o comportamento de gerações. Por trás dos livros Uivo (Ginsberg, 1956), Pé na estrada (Kerouac, 1957) e O almoço nu (Burroughs, 1959), está a amizade de Allen Ginsberg, Jack Kerouac e William Burroughs, três autores que acabaram se tornando ícones de um dos mais importantes movimentos de contracultura do século XX: a Geração Beat.

A amizade entre esses três jovens e suas reverberações são o tema do documentário A influência da Geração Beat (Beat Generation), dirigido por Xavier Villetard. A CASA DO SABER RIO O GLOBO, em parceria com o CANAL PHILOS, realiza a exibição do filme seguida de um bate-papo com Arthur Dapieve.



ÁTOMOS, QUANTA E BITS - A TECNOLOGIA BILIONESIMAL


As últimas décadas foram marcadas por um sem-número de inovações técnicas cuja capacidade e variedade crescem de modo exponencial. Consequências dos avanços na compreensão da constituição e do comportamento dos sistemas materiais criados a partir da Revolução Científica do início do século XX, essas novas tecnologias baseiam-se na manipulação de unidades elementares de materialidade (os átomos), de atividade (os quanta) e de organização (os bits). Os desenvolvimentos previstos para os próximos anos apontam para uma exploração de domínios inéditos de atuação sobre a realidade natural. O objetivo do encontro é debater algumas das potencialidades dessas tecnologias inovadoras e seus possíveis efeitos econômicos, ambientais e culturais.
 



Amor, sexo e felicidade


A partir de pesquisas antropológicas realizadas com 5 mil homens e mulheres nos últimos 25 anos, o curso buscará debater questões surgidas da comparação entre os dados levantados no Brasil com os de outras culturas. A ideia é tentar compreender as diferenças entre visões, comportamentos e valores presentes em gerações distintas, com destaque para a importância da liberdade e da felicidade. Pretende-se ainda aprofundar a discussão sobre a distância entre o discurso e o comportamento efetivo das pessoas em relação a valores como casamento, sexualidade, fidelidade, intimidade, corpo e envelhecimento.



QUEM É VOCÊ, BRASIL?


A história pode ser contada por grandes feitos e datas, mas também por meio de imagens que, do século XX à atualidade, mostram como o Brasil é. Afinal, conforme escreveu Fernando Pessoa, “o que vemos não é o que vemos, mas o que somos”. E como somos nós, brasileiros? Por que agimos desta ou daquela maneira? O que podemos absorver desse passado cultural para utilizar em nossa vida cotidiana? Será que vemos corretamente nossa realidade?

O curso será ilustrado por centenas de imagens fotográficas que valorizam nossa herança cultural. Cada foto será dissecada em suas qualidades estéticas e seu momento histórico, em uma análise divertida sobre nosso jeito de ser, de amar, de se relacionar. São imagens que fogem do óbvio; e o curso propõe o mesmo — um certo descarrilamento nas ideias para conhecermos mais e melhor nossas raízes e comportamentos.



ESPORTE NA ÉTICA DO SÉCULO XXI


Nos últimos 30 anos, a televisão transformou o esporte em um negócio multimilionário, mas sua importância para a sociedade vai muito além dos cifrões. Ao longo da história da humanidade, o esporte tem sido um importante instrumento para o desenvolvimento humano, econômico e social; uma escola de valores éticos e morais e uma ferramenta para a paz e o entendimento entre as nações. Qual será o papel do esporte neste século XXI, marcado por revoluções nos meios de comunicação e no comportamento social?



SOMOS TODOS ALTRUÍSTAS?


A pergunta que dá título a este encontro inquieta Marcos Flávio Azzi desde que ele trocou uma trajetória de sucesso no mercado financeiro para se dedicar àquilo que considerava relevante: melhorar a filantropia no país. Buscando inspirar, instigar e motivar doadores, através do instituto que fundou há 10 anos, Azzi tenta encontrar respostas. Nesta aula aberta, ele expõe sua experiência e conta como a primatologia ajuda a explicar o comportamento dos filantropos e como o altruísmo pode ser uma poderosa ferramenta de transformação do mundo.



Para entender mais e melhor a política brasileira


Será que ainda podemos usar o termo coronelismo para designar a política centrada no poder exercido por chefias locais/regionais? As relações clientelistas entre os parlamentares e suas bases eleitorais caracterizam apenas as sociedades atrasadas? São populistas os políticos que enganam o eleitorado com promessas nunca cumpridas, o que comprovaria que o “povo brasileiro não sabe votar”? A organização corporativista da sociedade brasileira corresponde à fragilidade do espírito cívico de seu povo?

O objetivo principal desse curso é examinar as relações que se estabeleceram entre Estado e sociedade no Brasil contemporâneo. Busca-se, dessa forma, entender a estrutura e o funcionamento do sistema de representação política, bem como a dinâmica das relações de poder entre os diferentes atores políticos, seus comportamentos e estratégias de ação.        



REFLEXÕES SOBRE O IMPACTO DA CIÊNCIA DO SÉCULO XXI NO COMPORTAMENTO HUMANO


Células-tronco, órgãos criados em laboratório e digitais, diagnósticos genéticos, clonagem, interface cérebro-máquina. Os avanços da ciência biomédica ampliam as possibilidades de escolha, inclusive no que parecia imutável. O curso visa estimular, numa linguagem popular e compreensível, reflexões sobre o impacto do progresso científico recente na qualidade e na expectativa de vida, no cotidiano e nas relações pessoais.



Uma história da astrologia


A relação entre Céu e Terra, a influência das estrelas e dos planetas no comportamento mundano vem fascinando os homens há milênios. Edificada por sumérios, babilônios, assírios e caldeus, a astrologia nasce como uma forma de compreender a natureza, e, pouco a pouco, passa a ser estudada com fins subjetivos, particulares, individuais. Neste curso, uma das maiores astrólogas do país faz um passeio pela história da astrologia, desde a Mesopotâmia, passando pelo Egito, por Grécia e Roma, até os dias atuais.