Busca

     

Resultado



BLAISE PASCAL E O CRISTIANISMO TRÁGICO


“O único cristão lógico”, assim falava Nietzsche deste que é o mais importante representante moderno do Cristianismo de São Paulo e de Santo Agostinho: Blaise Pascal (1623-1662). O curso apresentará os fragmentados e póstumos Pensamentos (1670), que inspiraram tanto o poeta francês Charles Baudelaire quanto os existencialistas.



Blaise Pascal e o Cristianismo trágico


“O único cristão lógico”, assim falava Nietzsche deste que é o mais importante representante moderno do Cristianismo de São Paulo e de Santo Agostinho: Blaise Pascal (1623-1662). O curso apresentará os fragmentados e póstumos Pensamentos (1670), que inspiraram tanto o poeta Charles Baudelaire quanto os existencialistas.