Busca

     

Resultado



O COMBATE AO PATRIMONIALISMO


O patrimonialismo marca a história do Brasil pelo menos desde 1534, quando a Coroa portuguesa dividiu o território de sua então colônia em amplas faixas de terra concedidas a poucas famílias da nobreza, que tinham liberdade para explorá-las em troca da proteção contra invasores. A confusão entre público e privado, porém, durou bem mais do que os quase três séculos das capitanias hereditárias –atravessou a Colônia, a Monarquia e chegou à República.

Nesse encontro especial, a CASA DO SABER RIO recebe o ministro Carlos Ayres Britto, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, do Tribunal Superior Eleitoral e do Conselho Nacional de Justiça, para uma conversa franca sobre o tema, que, para ele, está na raiz da corrupção sistêmica, do desperdício de recursos públicos e do corporativismo nas instituições públicas do país.