Busca

     

Resultado



EMPREENDEDORISMO NA ECONOMIA EM REDE


No atual cenário das transformações econômicas no Brasil e no mundo, a inovação não apenas desponta como horizonte – é também um dos pilares para a construção de uma economia sólida e sustentável. Entretanto, soluções inovadoras demandam esforço de longo prazo, requerendo ampla participação da sociedade e atenção dos governos, em todos os níveis.

Neste encontro, a coordenadora da área de inovação do Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio, Luiza Mesquita, falará sobre economia apontando a perspectiva do empreendedorismo como solução, conceito que segue em baixo grau de desenvolvimento no Brasil. Através de pesquisas com empreendedores, representantes da academia, investidores privados e representantes do setor público, ela pôde identificar características, potencialidades e obstáculos a serem superados e refletir sobre eles.​​



ASCENSÃO E QUEDA DA NOVA CLASSE MÉDIA


Os primeiros anos do século XXI foram marcados pela ascensão de uma nova classe média. Beneficiados por fatores como o crescimento da economia, a expansão do mercado formal de trabalho, o aumento da renda e a maior facilidade de crédito, milhões de brasileiros tiveram acesso, pela primeira vez, a serviços e bens de consumo antes restritos a outras camadas populacionais, assumindo um protagonismo inédito na sociedade. Mas como a chamada classe C está se comportando diante da crise que ameaça sua posição e suas conquistas? Que desafios e frustrações o momento atual impõe a esse segmento? Esse curso se debruçará sobre essas e outras questões para traçar um retrato abrangente das transformações sociais em curso no país.



COMUNICAÇÃO NÃO-VIOLENTA: O QUE ISSO TEM A VER COM O MUNDO CORPORATIVO?


O mundo atual exige líderes capazes de guiar e motivar suas equipes, criando um ambiente onde todos cooperem entre si para atingir objetivos comuns. Pesquisas realizadas pelo expert em neurociência e neuroeconomia Paul Zak e publicadas na revista Harvard Business Review mostram que funcionários de empresas que fomentam uma relação de confiança entre eles são 50% mais produtivos, 74% menos estressados e 76% mais engajados. Isso impacta de forma considerável a lucratividade das organizações.

A tarefa, no entanto, não é simples. Mesmo quando bem-intencionados, muitos gestores acabam obtendo resultados insatisfatórios devido a falhas na interação com os funcionários. Isso porque uma fala livre de agressividade e humilhações não é suficiente. Para fomentar diálogos construtivos, confiança, empatia, reuniões mais eficazes e comprometimento com a empresa de forma genuína, são necessárias também mudanças sutis.

Nesse encontro, a especialista em coaching e desenvolvimento de líderes Marie Bendelac Ururahy apresentará os princípios básicos da Comunicação Não-Violenta. A técnica – desenvolvida pelo americano Marshall Rosenberg e aplicada em organizações de todas as naturezas, inclusive na ONU – é capaz de revolucionar os relacionamentos e gerar melhores resultados para os negócios.

*O ciclo ocorre das 13h às 14h30, e os inscritos recebem um lunch box antes de cada encontro.  



OS PRIMEIROS 40 DIAS: EM QUE DIREÇÃO MARCHA A FRANÇA DE MACRON?


*Um ano depois de lançar o movimento Em Marcha! pela renovação da política francesa, Emmanuel Macron tornou-se presidente com 66% dos votos. O desafio de criar a sua base de apoio entre os 577 deputados da Assembleia Nacional não parece distante nas eleições legislativas dos dias 11 e 18 de junho. Mantendo o discurso de campanha, Macron montou um governo auto classificado de centro com claro tom liberal e modernizador na economia e com apoio a questões de sociedade simpáticas à esquerda. O seu governo parece ter chances reais de avançar em reformas relevantes para a França e para o fortalecimento da União Europeia e do Euro, buscando uma nova narrativa e um padrão de governança diferenciado em resposta à crise de representação política na França. A questão relevante é se as respostas que seu governo oferecerá à França e à Europa terão sucesso e sustentação ao longo de seu mandato.

Que obstáculos a República poderá encontrar pelo caminho e quais implicações de um eventual fracasso de seu governo? Para responder a estas e outras perguntas, o CEBRI e a CASA DO SABER RIO recebem os especialistas Dominique Moïsi (por videoconferência), o Embaixador Marcos Azambuja, e o economista Octavio de Barros.

*Os associados do CEBRI possuem 20% de desconto nas inscrições através do telefone 2227-2237.

Parceria



A CHINA E SUA ECONOMIA: (QUASE) TUDO QUE VOCÊ QUERIA SABER E TINHA RECEIO DE PERGUNTAR


Segunda maior economia do planeta e importante mercado consumidor das commodities brasileiras, a China exerce papel central no mundo globalizado. No entanto, as particularidades de sua política e de sua economia são fonte de dúvidas e receios para muitos.

Em cinco encontros, esse curso traçará um panorama histórico da economia chinesa, abarcando desde a Revolução Comunista de 1949 até as perspectivas para os próximos anos. Serão abordados temas como as grandes reformas econômicas de Deng Xiaoping, as turbulências políticas, o retorno à centralização do poder com Xi Jinping, o combate à corrupção, o investimento da indústria em alta tecnologia e os desafios impostos pela nova agenda externa dos Estados Unidos.



ELENA LANDAU: AGENDA E CONJUNTURA ECONÔMICA ATUAL


O ciclo SABER EXECUTIVO inaugura um novo horário na programação da CASA DO SABER RIO. A cada trimestre, um tema. A cada mês, um convidado, que abordará questões atuais, sempre em sintonia com a temperatura das ruas.

Nessa primeira edição, o tema será Economia. As crises enfrentadas no Brasil e no mundo de hoje e as respostas dadas pelos governos e pela sociedade serão discutidas por grandes nomes da área: a jornalista Miriam Leitão e os economistas José Márcio Camargo e Elena Landau. Os encontros poderão ser acompanhados em sua totalidade, ou de maneira independente, em aulas avulsas.

Com duração de uma hora e meia, o SABER EXECUTIVO oferece aos alunos inscritos um lunch box antes de cada encontro.  
 



PRÉ-ESTREIA DA SÉRIE INCERTEZAS CRÍTICAS


Incertezas Críticas é uma série documental com intelectuais de renome internacional. O objetivo é apresentar questões contemporâneas relevantes sobre arte, política, literatura, economia, relações internacionais, sociedade e história e permitir ao espectador entrar em contato com o trabalho dos principais pensadores da atualidade. Cada episódio traz um personagem principal, abordando algumas das questões fundamentais que ele tematiza em sua obra. Nesta temporada, os entrevistados são Jacques Rancière, Christian Boltanski, Axel Honneth, Andreas Huyssen, Antoine Compagnon, Elisabeth Roudinesco, Georges Didi-Huberman, Hal Foster, Jean-Luc Nancy, Jonathan Crary, Luc Ferry, Tzvetan Todorov e Umberto Galimberti.

O Canal Curta!, em parceria com a CASA DO SABER RIO, tem o prazer de te convidar para a sessão de pré-estreia da série. Faremos a exibição do episódio inédito com o filósofo e crítico de arte francês Georges Didi-Huberman, professor da École de Hautes Études en Sciences Sociales (Paris), que discorre sobre arte e psicanálise, história da arte e arte contemporânea, reflete sobre a relação entre arte e capitalismo e define o que é ser radical na arte contemporânea. Em seguida, teremos um debate com o historiador, roteirista e professor da Escola de Comunicação da UFRJ Maurício Lissovsky.

A série Incertezas Críticas, dirigida por Daniel Augusto, é uma produção original da Grifa Filmes com o Canal Curta!, financiada pelo Fundo Setorial do Audiovisual.

​  



MIRIAM LEITÃO: AGENDA E CONJUNTURA ECONÔMICA ATUAL


O ciclo SABER EXECUTIVO inaugura um novo horário na programação da CASA DO SABER RIO. A cada trimestre, um tema. A cada mês, um convidado, que abordará questões atuais, sempre em sintonia com a temperatura das ruas.

Nessa primeira edição, o tema será Economia. As crises enfrentadas no Brasil e no mundo de hoje e as respostas dadas pelos governos e pela sociedade serão discutidas por grandes nomes da área: a jornalista Miriam Leitão e os economistas José Márcio Camargo e Elena Landau.

Com duração de uma hora e meia, o SABER EXECUTIVO oferece aos alunos inscritos antecipadamente um lunch box da Le Dépanneur antes de cada encontro.  
 



JOSÉ MÁRCIO CAMARGO: AGENDA E CONJUNTURA ECONÔMICA ATUAL


O ciclo SABER EXECUTIVO inaugura um novo horário na programação da CASA DO SABER RIO. A cada trimestre, um tema. A cada mês, um convidado, que abordará questões atuais, sempre em sintonia com a temperatura das ruas.

Nessa primeira edição, o tema será Economia. As crises enfrentadas no Brasil e no mundo de hoje e as respostas dadas pelos governos e pela sociedade serão discutidas por grandes nomes da área: a jornalista Miriam Leitão e os economistas José Márcio Camargo e Elena Landau. 

Com duração de uma hora e meia, o SABER EXECUTIVO oferece aos alunos inscritos um lunch box da Le Dépanneur antes de cada encontro.