Busca

     

Resultado



Uma (outra) história do Brasil


Como se deu a invenção deste país chamado Brasil? Que episódios rendem uma boa história a ser contada? Como essas narrativas podem nos ajudar a compreender que país somos hoje? Na contramão de uma abordagem historiográfica clássica, esse curso propõe um caminho alternativo de leitura do Brasil, partindo da chegada dos portugueses até o século XVIII, marcado por projetos de independência.



GETÚLIO VARGAS, A CRÔNICA DE UMA MORTE ANUNCIADA


Nenhum personagem teve mais impacto político e marcou mais a história do Brasil no século XX do que Getúlio Vargas. Mesmo após sua morte seu espectro continuou rondando o cenário nacional. Ele transformou o país, montou o Estado brasileiro, ajudou a construir uma ideia de nação e até uma maneira de se relacionar com o eleitor. Seu suicídio foi recebido com assombro pela população, que foi às ruas para defender seu legado. Como marco dos 60 anos desse episódio, o jornalista e escritor Lira Neto, autor da mais elogiada biografia do ex-presidente (ele finaliza, para ser publicado ainda este ano, o último volume da trilogia), vem à CASA DO SABER RIO O GLOBO para mostrar que esse gesto de sacrifício de Getúlio não foi algo impensado nem imprevisível. O fatalismo era uma característica fundamental de sua personalidade. Foram oito bilhetes, mensagens e anotações em que Getúlio, diante de uma crise política mais aguda, em diversos momentos de sua carreira, registrou a intenção de pôr fim à vida. Nessa palestra especial, Lira Neto destrincha esses momentos de crise e ajuda a entender melhor a personalidade do mais intrigante político brasileiro no século XX.



DOCUMENTÁRIO E DEBATE: SETENTA, DE EMILIA SILVEIRA


Em 1970, grupos de combate à ditadura capturaram o embaixador suíço dando início ao mais longo sequestro político da história do Brasil. Pela vida de Giovanni Enrico Bucher, 70 presos políticos foram libertados e expulsos do país para o Chile. Dirigido por Emilia Silveira, o documentário "Setenta" reencontra 18 personagens desse episódio mais de 40 anos depois. Após sua passagem em festivais nacionais e internacionais, o filme será exibido na Casa do Saber Rio O Globo seguido de um debate entre Emilia, os personagens Chico Mendes e Marco Maranhão e a roteirista Sandra Moreyra. A moderação ficará por conta da jornalista Eugenia Moreyra.