Busca

     

Resultado



Para entender o mundo hoje


O mundo contemporâneo apresenta grande complexidade, com diversos desafios e a ascensão de novos atores. Para entender a dinâmica das relações internacionais na atualidade, é importante conhecer a posição dos Estados Unidos e o papel da China, além de identificar a realidade em distintas regiões, como Europa, África e Oriente Médio.



Oriente Médio contemporâneo


Esse curso propõe uma reflexão sobre alguns dos episódios que estruturaram o Oriente Médio da segunda metade do século XX até os dias atuais. A partir de uma leitura histórica e antropológica, faremos uma análise sobre o nacionalismo árabe e sua derrocada, a ascensão do Islã político e a presente crise dos Estados da região. Serão examinados também episódios definidores, como a Primavera Árabe, cujas consequências tornaram fértil o terreno para o fortalecimento de grupos radicais, como o sunita Estado Islâmico.



Oriente Médio - Por que as peças não se encaixam?


Esqueçam as análises desgastadas que resumem as tensões entre Israel e Palestina a um enfrentamento inevitável entre árabes e judeus. A complexidade do conflito árabe-israelense está intimamente relacionada a características específicas da história e do cenário geopolítico regional do Oriente Médio. Por essa razão, o objetivo desse curso é quebrar mitos sobre os principais temas que moldam a imagem de ameaça que marca o Oriente Médio atual.



Os fundamentalismos do século XXI


O curso trata dos fundamentalismos que marcam o século XXI: o fundamentalismo religioso, invocado a cada vez que se fala de conflitos no Oriente Médio, mas também presente no debate cotidiano brasileiro, e o fundamentalismo econômico, que enxerga no liberalismo a solução para todos os problemas do país. Afinal, o que é uma coisa e outra?



O labirinto do minotauro: a crise da União Europeia


Nesta década a Europa tem enfrentado crises diversas, como a turbulência econômica em países como Grécia, Espanha, Portugal e Itália; os impactos da tragédia humanitária envolvendo os refugiados do Oriente Médio e da África; atentados terroristas de grande porte na Bélgica e França; a decisão do Reino Unido de deixar a União Europeia.

Quais os impactos dessa instabilidade para o processo de integração na região? Há riscos de retrocesso na rede de proteção social e de crescimento de grupos extremistas? O curso discute tais questões à luz de pensadores contemporâneos das relações internacionais.



Para onde vai o Estado Islâmico?


O chamado Estado Islâmico (Isis no acrônimo inglês e Daesh no árabe) aterroriza o mundo há cinco anos, seja pela rápida ascensão na Síria e no Iraque, seja pelo emprego de redes sociais para enviar vídeos altamente violentos. O grupo, porém, vem perdendo espaço e prestígio nos últimos meses, com suas bases sendo atacadas e antigos líderes mortos. Muitos analistas têm apontado que os extremistas estariam liquidados. Outros, que o Isis vai apenas mudar de tática. Esse curso tenta encontrar um meio-termo entre essas conclusões, com informações vindas diretamente do campo de conflito no Oriente Médio.