A rua como fonte


Foto: Bruna Decaro

Início: 03 MAI 2017 - QUA, 19H30

Desde os anos 70, as ruas são, para o ator e diretor teatral Amir Haddad, fonte de aprendizado e de saberes. Nas ruas, ele descobriu a linguagem de sua arte e a potência para um teatro vivo, que conta histórias do povo, para o povo, com o povo. É da riqueza e da complexidade da rua que são feitos seus diálogos – em cena e fora dela. E é a soma dessas experiências que torna Amir um dos criadores mais importantes do cenário teatral brasileiro, fundador de um grupo que se tornou referência no país: o Tá na Rua.

A CASA DO SABER RIO convida a todos para que, juntos, possamos ouvir o que pensa e sente esse mestre-timoneiro, sábio-bufão, homem de sorriso largo e sobrancelhas fartas. A pauta será a arte e a vida –de que forma ele enxerga as relações entre elas tendo o teatro como elo e o que pode nos dizer sobre o tempo em que vivemos.

O saber da rua está convidado a ocupar a CASA. E a nos ocupar. Esse é o desejo desse encontro – real, como tudo o que tá na rua.

informações e inscrições


DATA E INÍCIO
03 Maio - Quarta-feira, 19H30

HORÁRIO
19h30

DURAÇÃO
1 encontro ( 03/05 )

VALOR
R$ 120,00

 

As inscrições podem ser feitas através do telefone
2227-2237 de segunda a sexta das 11 às 20 horas

INSCRIÇÃO ONLINE
Faça sua inscrição agora mesmo

Conheça as formas de pagamento e a
política de cancelamento

ÁREA DO ALUNO
Faça o download do material do curso.

Acesso somente com a senha do curso.

ministrado por


  • AMIR HADDAD

    Diretor e ator. Dirige grupos desde a década de 70, com um trabalho que envolve disposição não convencional da cena, desconstrução da dramaturgia, utilização aberta dos espaços cênicos e interação entre atores e espectadores. Essa linha de pesquisa se sedimenta em sua atuação como diretor a partir da fundação do Tá na Rua, em 1980, grupo que encabeça até hoje. Desde a década de 1990 aprofunda as pesquisas de teatro de rua, movimentando milhares de pessoas em torno de encenações de cortejos e autos pelo país. Sua capacidade de transitar com desenvoltura tanto por produções convencionais quanto por megaespectáculos populares o tornou um diretor singular no cenário brasileiro.

  • BIANCA RAMONEDA

    Jornalista e atriz. Apresentou na GloboNews o programa Ofício em cena, dedicado à pesquisa dos processos de criação na dramaturgia. 

aula


  • 03 MAI | 1. A RUA COMO FONTE