ARTES PLÁSTICAS E TECNOLOGIA: QUEM INFLUENCIA QUEM?


Frederico Dalton, Mariana Manhães, Mauro Trindade

15 de outubro - Quarta-feira - das 20h às 22h

Mike Licht, NotionsCapital

As redes sociais e as ferramentas da tecnologia da informação se tornaram uma das mais importantes formas de divulgação das expressões artísticas em geral: literárias, cênicas, plásticas e cinematográficas. Porém, como se dá o caminho inverso? Até que ponto a revolução digital vem modificando e redesenhando o momento de criação das obras e a relação do artista com o próprio trabalho? Quais os frutos dessa nova troca e de que forma ela se relaciona com o público? Este é um ciclo de debates que reúne especialistas e criadores em torno de uma reflexão contemporânea. E nesse debate o tema é artes plásticas.

ÁREA DO ALUNO
Faça o download do material do curso

ministrado por


  • Frederico Dalton

    Fotógrafo. Formado em Comunicação Social e Cinema pela UFF. Realizou estudos de videoarte na Academia de Arte de Düsseldorf, com Nam June Paik e Nan Hoover. Ao longo da carreira, tem desenvolvido pesquisa sobre a imagem, empregando projeção de slides e objetos em suas obras.

  • Mariana Manhães

    Formada em Psicologia pela UFF e mestre em Comunicação e Cultura pela UFRJ. Mariana trabalha com instalações envolvendo MP4, celulares, caixas de som, e é atuante em debates sobre arte, tecnologia e novas ferramentas de telecomunicação.

  • Mauro Trindade

    Jornalista, doutor em História e Crítica da Arte pela Escola de Belas Artes (EBA) da UFRJ e professor do Instituto de Artes da Uerj. Foi professor de História da Arte na EBA/UFRJ. Trabalhou como repórter, crítico e editor nos jornais Tribuna da Imprensa, Jornal do Brasil e O Globo, e nas revistas Veja Rio e Bravo!, entre outras publicações. Lecionou nas universidades Estácio de Sá e Veiga de Almeida e na Pós-Graduação em Estéticas do Movimento na Faculdade Angel Vianna.