DA IDEIA AO PAPEL

OFICINA DE ESCRITA


Maria Clara Mattos

De 23 de fevereiro a 29 de março - Terças-feiras - das 17h às 19h - 6 encontros

Créditos: Freddie boy

A escrita é uma partitura. E, como tal, é feita de ritmo. De adágios, alegretes, noturnos. Essa oficina pretende instrumentalizar os alunos com ferramentas que permitam que ele consiga se apropriar de sua partitura: ou seja, torne-se dono da história que quer contar. Mais do que ensinar um método ou uma técnica específica, a ideia é dotar o escritor de armas para que ele domine o coração de seu enredo, “sinta” a progressão da narrativa e aprenda a erguer a trama (plot) a partir da necessidade dos personagens.

Todas as aulas serão ilustradas com exemplos do cinema, das séries de TV e da literatura. Será requerido ao aluno que faça alguns exercícios em casa, para posterior análise e aplicação nas aulas.

ÁREA DO ALUNO
Faça o download do material do curso

aulas


  • 23 FEV | PREMISE LINE OU STORY LINE

    Como traduzir uma ideia vaga em uma frase de causa e efeito que apresente os cinco elementos básicos da história: o protagonista, o parceiro de jornada, o antagonista, a jornada em si e o gênero.


  • 01 MAR | PERSONAGENS

    Como transformar uma sensação de personagem em um ser humano tridimensional. Como identificar seu protagonista e dar a ele contornos e camadas e como trazer para sua rede um parceiro e um antagonista que ajudem a traduzir a grande questão do protagonista, seus conflitos e a maneira como ele pode, finalmente, superar as dificuldades e transformar sua vida.


  • 08 MAR | ESTRUTURA

    Como ordenar fatos e sentimentos de maneira a construir causas e consequências orgânicas para a sua história. Como organizar a forma da história; apresentar os personagens e o tema; criar uma progressão de um ato a outro até a questão do protagonista, ao final.


  • 15 MAR | APLICAÇÃO: BREAKING BAD, PARTE 1

    Exibição e análise do episódio piloto da premiada série Breaking bad, com aplicação das técnicas aprendidas ao longo das aulas teóricas.


  • 22 MAR | APLICAÇÃO: BREAKING BAD, PARTE 2

    Novos exercícios serão iniciados em sala de aula, para complementação em casa.


  • 29 MAR | PONDO TUDO EM PRÁTICA

    Análise dos exercícios feitos em casa. Discussão e revisão do que foi aprendido.


ministrado por


  • Maria Clara Mattos

    Roteirista, escritora, tradutora e atriz. Formada em roteiro na escola Writers Boot Camp, em Los Angeles (EUA). Integrou a equipe de redatores dos programas Tapas e beijos (TV Globo), Quase anônimos (TV Globo), Cilada (Multishow), Alucinadas (Multishow), As canalhas (GNT) e Nem vem que não tem (Fox). Escreveu os longas-metragens Regra de três e Não é amor, este último em parceria com David França Mendes. Ambos estão em fase de captação. Traduziu livros de Nora Roberts, Robin Pilcher e Marian Keyes, entre outros best-sellers, e a peça Sex, drugs, rock & roll, de Eric Bogosian. Adaptou e dirigiu O conto da ilha desaparecida, de José Saramago, para o teatro. Tem contos publicados em diversas revistas no Brasil e no exterior. Seu primeiro romance, O céu pode esperar mais um pouquinho, foi finalista do Prêmio Açorianos de Literatura (2013). Atuou em várias peças, novelas e minisséries, como Xica da Silva (TV Manchete); e O beijo do vampiro, Um só coração, Escrito nas estrelas e Amor eterno amor (TV Globo).