EM TEMPOS DE EXTREMISMOS


Francisco Carlos Teixeira Da Silva

De 03 a 24 de maio - Quintas-feiras - das 19h30 às 21h30 - 4 encontros

CONCLUÍDO

A última década foi marcada por uma explosão de novos meios de comunicação e de informação, criando uma imensa capacidade de conexão entre pessoas e grupos. Toda a informação produzida está disponível e o sigilo não é garantido nem mesmo para as consideradas “classificadas”, como mostram os escândalos do WikiLeaks e do Panama Papers. Essas mesmas redes tornaram-se também espaço privilegiado de “odiadores”, contribuindo para multiplicar a capacidade de exposição de um grande número de extremistas, contrários ora à globalização, ora à própria democracia e suas conquistas básicas.

Tais “extremismos” colocam hoje em questão elementos básicos da sociedade civilizada que, desde 1945, eram considerados conquistas inarredáveis da humanidade. Nossa temática é entender o que aconteceu nos últimos anos que permitiu tal estado de coisas.

ÁREA DO ALUNO
Faça o download do material do curso

aulas


  • 03 MAI | O QUE SÃO OS MODERNOS EXTREMISMOS?

    Reedição de fenômenos dos anos 1920 e 30 do século XX, como o neofascismo e o neonazismo, populismos ditos “de direita”; novos nacionalismos; novas versões de racismo; a ideia de “salvação” única e o messianismo.


  • 10 MAI | UMA SOCIEDADE EM CRISE? A MODERNIDADE E SEUS LIMITES

    A crise internacional de 2008 e o lugar do indivíduo; os ganhadores e os perdedores na era da globalização.


  • 17 MAI | OS PRINCIPAIS FUNDAMENTALISMOS CONTEMPORÂNEOS

    Origens, natureza e trajetórias históricas – fundamentalismos cristão, muçulmano e judaico.


  • 24 MAI | EXTREMISMO E DEMOCRACIA

    O debate sobre as novas formas de participação e de representação; os limites da democracia formal; a crise de representação e as novas exigências dos grupos em ascensão; lutas fragmentadas?; mulheres, etnias e comportamento, a questão da tolerância.


ministrado por


  • Francisco Carlos Teixeira Da Silva

    Historiador e cientista político, com mestrado em História na UFF e na Universidade Livre de Berlim e doutorado em Ciências da História na Univerisdade de Berlim. Fundador do Laboratório de Estudos do Tempo Presente na UFRJ. É autor de livros sobre conflitos e mudanças sociais, entre eles Atlântico, a história de um oceano (com colaboração), Prêmio Jabuti de Melhor Livro do Ano de 2014.