Fotogramas de Chico Buarque


SERGIO MOTA

De 10 a 24 de agosto - Quintas-feiras - das 19h30 às 21h30 - 3 encontros

Como o cinema, que se identifica com a obra do ficcionista Chico Buarque, tem recebido um autor de escrita espiral e por vezes onírica? Sua opção pela prosa fragmentária, rarefeita, com idas e vindas no tempo e narradores que quase nunca imprimem confiança tem sido mesmo um desafio para os roteiristas? A partir da análise de romances de Chico que viraram filmes, bem como da dificuldade de se adaptar uma obra movediça como a sua, o curso busca evidenciar a relação entre o cinema e a literatura como um estímulo essencial para a criação de cada obra: o livro e o filme.

*A CASA DO SABER RIO exibirá os filmes antes de cada encontro, às 17h.

INSCRIÇÃO ONLINE
Valor R$ 300,00

INSCREVA-SE AQUI

Conheça as formas de pagamento e a
política de cancelamento

ÁREA DO ALUNO
Faça o download do material do curso

aulas


  • 10 AGO | 1. ESTORVO (1998), DE RUY GUERRA
    O homem sem nome na cidade sem nome.


  • 17 AGO | 2. BENJAMIM (2003), DE MONIQUE GARDENBERG
    O homem que se imagina sempre com uma câmera filmando seus movimentos.


  • 24 AGO | 3. BUDAPESTE (2009), DE WALTER CARVALHO
    O homem ghost e a questão da mimesis literária e da representação do sujeito no âmbito da ficção.


ministrado por


  • SERGIO MOTA

    Professor do Departamento de Comunicação Social da PUC-Rio, onde leciona Cinema Brasileiro; Comunicação e Literatura Brasileira; e Imagens e Representações da Cidade (esta no curso de Pós-Graduação Comunicação e Imagem). Doutor em Estudos de Literatura pela mesma universidade e mestre em Letras pela Uerj. É também curador de Cinema e Teatro do Centro Cultural Justiça Federal (CCJF).

INSCREVA-SE AQUI