O LEGADO DE W.R. BION: UMA NOVA FORMA PARA PENSAR A PSICANÁLISE


Ney Marinho

De 02 a 09 de agosto - Quintas-feiras - das 19h30 às 21h30 - 2 encontros

Wilfred Ruprecht Bion (1897-1979) nasceu em Muttra, na Índia, e ainda jovem foi enviado pelos pais para estudar na Inglaterra. Começou os estudos nas áreas da História e do francês, mas logo em seguida dedicou-se à Medicina. Sua chegada a psicanálise foi através do psicanalista John Rickmann e, com o aumento do interesse pela psicanálise realizou formação na Sociedade Britânica, tendo como analista Melanie Klein. Suas principais contribuições ao pensamento psicanalítico foram a teoria sobre os grupos humanos, a análise de psicóticos, a teoria psicanalítica sobre o pensar e a epistemologia da psicanálise.

Nesse curso, serão apresentados a vida e a obra do psicanalista W.R. Bion e o legado que ele deixou, possibilitando uma nova forma para pensar a psicanálise.

INSCRIÇÃO ONLINE
Valor R$ 200,00

INSCREVA-SE AQUI

Conheça as formas de pagamento e a
política de cancelamento

ÁREA DO ALUNO
Faça o download do material do curso

aulas


  • 02 AGO | DA VIDA NA ÍNDIA AOS PRIMEIROS ESCRITOS

    Infância na Índia. Ida aos 8 anos para a Inglaterra. Aos 19 anos se alista para lutar na Primeira Guerra Mundial, permanecendo de janeiro de 1916 a dezembro de 1918. Influência da guerra em sua obra. Estudos em Oxford. encontro com o filósofo Paton (Kant). Torna-se assistente do cirurgião Wilfred Trotter. Prática como psiquiatra. Análise com John Rickman (1937-1939). Participação na II Guerra Mundial. Trabalho com grupos no Exército Inglês e na Tavistock Clinic. Publica Experiência com Grupos. Análise com Melanie Klein (1945-1953). Formação na Sociedade Britânica de Psicanálise. Desenvolve trabalhos sobre psicoses na década de 1950. Apresenta uma Teoria sobre o Pensar. Fase epistemológica.


  • 09 AGO | A CONSOLIDAÇÃO E O LEGADO PARA A PSICANÁLISE

    Se torna presidente da Sociedade Britânica de Psicanálise. Ida para a Califórnia (1968-1979). Publica Atenção e Interpretação (1970), uma aproximação científica à compreensão interna na Psicanálise e nos grupos, quando há um retorno ao estudo dos grupos, além de um desenvolvimento de suas teorias. Novas noções surgem com importantes implicações técnicas, como: Caesura, Ato de Fé, Linguagem de Êxito. Nos anos de 1970 publica a trilogia Uma Memória do Futuro. Vem ao Brasil quatro vezes. Recebe analistas de várias partes do mundo para reanálise e supervisões. Volta à Inglaterra em 1979, falecendo poucos meses após.


ministrado por


  • Ney Marinho

    Psiquiatra e psicanalista. Membro Efetivo com funções didáticas da Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro (SBPRJ). Mestre e doutor em Filosofia pela PUC-Rio. Coordenador do curso Estudo da Obra de W.R. Bion e do curso Investigação Psicanalítica das Psicoses (1994-2004). Foi diretor científico da Federação Brasileira de Psicanálise (FEBRAPSI). É pesquisador da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).

INSCREVA-SE AQUI