ÓRFÃO DE PÁTRIA: O REINADO DE DOM PEDRO II


Isabel Lustosa

De 05 a 19 de setembro - Terças-feiras - das 19h30 às 21h30 - 3 encontros

Retrato por Simplício Rodrigues de Sá, c. 1830

Durante o longo reinado de dom Pedro II, o Brasil consolidou sua unidade, desenvolveu a arte, a cultura e os estudos históricos, respeitou a liberdade de imprensa e de opinião, enfrentou a maior guerra que já houve no continente e se impôs diante do mundo como a única nação estável da América do Sul – mas a última a abolir a escravidão.

Ao longo de três encontros, a historiadora Isabel Lustosa se debruçará sobre importantes momentos da vida privada e política de um imperador que aos 15 anos se viu símbolo maior do poder em um império chamado Brasil.

ÁREA DO ALUNO
Faça o download do material do curso

aulas


  • 05 SET | A INFÂNCIA TRISTE DO JOVEM IMPERADOR E SEU CASAMENTO ARRANJADO


  • 12 SET | A GUERRA DO PARAGUAI, O EXÉRCITO BRASILEIRO E A ABOLIÇÃO


  • 19 SET | A BRIGA COM OS BISPOS; AS VIAGENS; O EXÍLIO; A MORTE


ministrado por


  • Isabel Lustosa

    Doutora em Ciência Política pelo Iuperj. Pesquisadora titular da Fundação Casa de Rui Barbosa, membro do Pen Club do Brasil e sócia honorária do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB). Ocupou a Cátedra Simon Bolívar da Universidade Sorbonne Nouvelle – Paris III (França) e foi titular da Cátedra Sérgio Buarque de Holanda/Maison des Sciences de l’Homme/Paris, atuando como professora visitante na Universidade de Rennes – II (França). Especialista em História da Imprensa e da Caricatura Brasileira, nos últimos 20 anos vem concentrando seus estudos e suas publicações no período joanino e no Primeiro Reinado. É autora, entre outros, de Insultos impressos: a guerra dos jornalistas na Independência; D. Pedro I: um herói sem nenhum caráter; Lampião: esperteza e violência. Organizou: Imprensa, humor e caricatura: a questão dos estereótipos culturais; Imprensa, história e literatura; e Agostini: o italiano que desenhou o Brasil.