PIAF, CALLAS E AMÁLIA

AS GRANDES VOZES DO SÉCULO XX


Angela Perricone, Arthur Dapieve, Ricardo Nicolay

De 18 de outubro a 08 de novembro - Quintas-feiras - das 19h30 às 21h30 - 3 encontros

Édith Piaf (1915-1963), Maria Callas (1923-1977) e Amália Rodrigues (1920-1999) formam a tríade de vozes antológicas do século XX. Seu brilhantismo elevou a chanson française, a ópera e o fado a patamares tão altos que as fizeram ser consideradas ícones do seu tempo.

Ao longo destes três encontros, Angela Perricone, Arthur Dapieve e Ricardo Nicolay apresentarão um panorama da vida e da obra destas artistas que deixaram um legado excepcional para a história da música mundial.

Valor R$ 300,00

Vendas somente por telefone
Tel: (21) 2227-2237

ÁREA DO ALUNO
Faça o download do material do curso

aulas


  • 18 OUT | ÉDITH PIAF (1915-1963)

    com Angela Perricone

    Il faut tant et tant de larmes pour avoir le droit d'aimer
    Édith Piaf


  • 25 OUT | MARIA CALLAS (1923-1977)

    com Arthur Dapieve

    Don’t talk to me about rules, dear. Wherever I stay I make the goddam rules.”
    Maria Callas


  • 08 NOV | AMÁLIA RODRIGUES (1920-1999)

    com Ricardo Nicolay

    Depois de eu morrer, o fado vai ressurgir com esplendor, numa espécie de ressurreição”.
    Amália Rodrigues


ministrado por


  • Angela Perricone

    Professora de Francês do Departamento de Letras da PUC- Rio. Formada em Francês na PUC-Rio, com mestrado na mesma instituição e doutorado em Letras Neolatinas pela UFRJ. Autora de seis livros, entre os quais Imagens de Paris nos trópicos.

  • Arthur Dapieve

    Professor do Departamento de Comunicação Social da PUC-Rio. Colunista do jornal O Globo desde 1993. Autor de 12 livros, entre ficção e não ficção, como a coletânea de contos Maracanazo e outras histórias e o perfil Renato Russo: o Trovador Solitário. Apresenta um programa de música clássica na Rádio Batuta, do Instituto Moreira Salles. 

  • Ricardo Nicolay

    Curador da CASA DO SABER RIO. Doutor em Geografia e mestre em Comunicação pela Uerj, e bacharel em Ciências Sociais pelo Cpdoc/FGV. É pesquisador do Programa de Extensão em Estudos Avançados em Geografia, Religião e Cultura (PEAGERC/UERJ). Foi aluno em intercâmbio no Departamento de Antropologia do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE/IUL) e investigador no Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Lisboa (Igot/UL), em Portugal. Pesquisa o fado há mais de 10 anos, tendo  escrito diversos artigos sobre o tema.