QUATRO GOVERNANTES QUE MUDARAM O BRASIL

D. JOÃO VI, D. PEDRO II, RODRIGUES ALVES E GETÚLIO VARGAS


Isabel Lustosa

De 07 a 28 de março - Terças-feiras - das 19h30 às 21h30 - 4 encontros

Dom Pedro II

Ao longo da história do Brasil, algumas administrações foram mais capazes do que outras de imprimir mudanças que alterassem o destino do país. Produto da iniciativa e da visão de progresso do líder ou obra do acaso, tais mudanças, mesmo quando interrompidas pelos governos seguintes, provocaram um rearranjo na estrutura política e administrativa do Estado que se refletiu nos rumos da sociedade. Se outros momentos foram importantes, pode-se dizer que o período em que D. João VI reinou no Rio de Janeiro foi definitivo para o processo da independência brasileira. Durante o longo reinado de D. Pedro II, o Brasil consolidou sua unidade, desenvolveu a arte, a cultura e os estudos históricos, respeitou a liberdade de imprensa e de opinião, enfrentou a maior guerra que já houve no continente e se impôs diante do mundo como a única nação estável da América do Sul - mas a última a abolir a escravidão.

O presidente Rodrigues Alves (1902-1906) atuou decisivamente para recuperar para o Brasil o prestígio perdido com a queda da monarquia. Seus esforços envolveram a remodelação do Rio de Janeiro, o combate às epidemias, uma política externa hábil e corajosa e a obtenção do primeiro cardinalato para o Brasil. Sabendo cercar-se de homens competentes como o Barão do Rio Branco, o epidemiologista Oswaldo Cruz e o prefeito Pereira Passos, seu governo representou, de fato, a entrada do Brasil no século XX.

Na superação do que foi o liberalismo da República, o primeiro governo Vargas (1930-1945), caracterizado pelo autoritarismo, representou, no entanto, o momento da industrialização e da adoção dos direitos dos trabalhadores. O nacionalismo da fase autoritária se expressaria na luta pela independência brasileira frente ao progressivo poder dos Estados Unidos, que marcou o segundo governo Vargas (1951-1954).

ÁREA DO ALUNO
Faça o download do material do curso

aulas


  • 07 MAR | PRESENÇA DE D. JOÃO VI: O RIO DE JANEIRO TORNADO METRÓPOLE E LISBOA TORNADA COLÔNIA


  • 14 MAR | D. PEDRO II EM SEU REINADO: CULTURA, GUERRA, RELIGIÃO E ESCRAVIDÃO


  • 21 MAR | O RIO CIVILIZA-SE: RODRIGUES ALVES E A GRANDE TRANSFORMAÇÃO DA CAPITAL FEDERAL


  • 28 MAR | CONSTRUINDO UMA NAÇÃO: O PROJETO VARGAS PARA O BRASIL


ministrado por


  • Isabel Lustosa

    Doutora em Ciência Política pelo Iuperj. Pesquisadora titular da Fundação Casa de Rui Barbosa, membro do Pen Club do Brasil e sócia honorária do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB). Ocupou a Cátedra Simon Bolívar da Universidade Sorbonne Nouvelle – Paris III (França) e foi titular da Cátedra Sérgio Buarque de Holanda/Maison des Sciences de l’Homme/Paris, atuando como professora visitante na Universidade de Rennes – II (França). Especialista em História da Imprensa e da Caricatura Brasileira, nos últimos 20 anos vem concentrando seus estudos e suas publicações no período joanino e no Primeiro Reinado. É autora, entre outros, de Insultos impressos: a guerra dos jornalistas na Independência; D. Pedro I: um herói sem nenhum caráter; Lampião: esperteza e violência. Organizou: Imprensa, humor e caricatura: a questão dos estereótipos culturais; Imprensa, história e literatura; e Agostini: o italiano que desenhou o Brasil.