REVOLUÇÃO NAS AMÉRICAS


Flávio Limoncic, Paulo Velasco, Tiago Nery, Ynaê Lopes Dos Santos

De 02 a 23 de março - Sextas-feiras - das 19h30 às 21h30 - 4 encontros

A Revolução Americana pautou valores políticos que seguem vivos em nosso tempo. A Haitiana quebrou paradigmas com o maior levante de escravos do Ocidente. A Venezuelana foi a primeira a romper com o domínio espanhol e a grande inspiradora de diversas insurreições na América Latina. A Cubana resgatou o espírito anticolonialista e deu início à experiência socialista mais significativa do continente. Esses processos históricos deixaram, cada um à sua maneira, marcas na política, na cultura, na arte e na resistência em diferentes partes do mundo.

Neste curso, reunimos destacados professores para abordar alguns dos principais movimentos revolucionários das Américas, seu contexto histórico e suas implicações até os dias atuais.

INSCRIÇÃO ONLINE
Valor R$ 400,00

INSCREVA-SE AQUI

Conheça as formas de pagamento e a
política de cancelamento

ÁREA DO ALUNO
Faça o download do material do curso

aulas


  • 02 MAR | A REVOLUÇÃO AMERICANA, com Flávio Limoncic

    Mais do que uma guerra de independência, a Revolução Americana é com frequência apontada como o processo político que gerou uma experiência histórica radicalmente nova, baseada na igualdade, na liberdade, na busca da felicidade e num governo constitucional e republicano. No entanto, nem todos os homens nasceram livres e iguais nos Estados Unidos. A proposta é pensar como a sociedade americana, enquanto passava por um processo revolucionário, conseguia combinar valores liberais e instituições antidemocráticas, exaltação à liberdade e manutenção da escravidão.


  • 09 MAR | A REVOLUÇÃO HAITIANA, com Ynaê Lopes dos Santos

    A Revolução do Haiti representou a maior insurreição de escravos da história do Ocidente. Esse movimento, que criou a segunda República das Américas e o primeiro país americano sem escravidão, também promoveu uma mudança de paradigmas na História Atlântica. Nesta aula serão abordados os principais aspectos sociopolíticos dessa revolução, a fim de entendermos não apenas as suas causas, mas também as ações de seus protagonistas e o impacto de suas consequências no Mundo Atlântico.


  • 16 MAR | A REVOLUÇÃO VENEZUELANA, com Paulo Velasco

    A Venezuela foi a primeira colônia latino-americana a se tornar independente do domínio espanhol, servindo de inspiração para movimentos emancipadores nos países vizinhos, inclusive o Brasil. A aula analisará a importância dessa revolução e o legado deixado pelos líderes revolucionários Simón Bolívar e José de San Martín até hoje no país.


  • 23 MAR | A REVOLUÇÃO CUBANA, com Tiago Nery

    A ilha caribenha foi a última colônia da América Latina a libertar-se da Espanha, em 1898, para em seguida ser subjugada pelos Estados Unidos. Em 1959, a revolução liderada por Fidel Castro e Ernesto Che Guevara retomaria o espírito dos movimentos anticolonialistas do passado, vinculando a libertação nacional à necessidade de transformação social. Esta aula pretende realizar um balanço das conquistas, das contradições e dos desafios da mais longeva revolução latino-americana, que marcou várias gerações em quase seis décadas de existência.


ministrado por


  • Flávio Limoncic

    Professor do Departamento de História e do Programa de Pós-Graduação em História da UNI-RIO. Graduado em História pela UFF, mestre e doutor em História Social pela UFRJ e pós-doutor pela Universidade de Michigan.

  • Paulo Velasco

    Doutor em Relações Internacionais pelo Iesp/Uerj. Foi por muitos anos chefe do Departamento de Ciência Política e Relações Internacionais da Universidade Candido Mendes. É professor do Departamento de Relações Internacionais da Uerj.

  • Tiago Nery

    Doutor em Ciência Política pelo Instituto de Estudos Sociais e Políticos (Iesp) da Uerj e mestre pelo Instituto de Relações Internacionais (IRI) da PUC-Rio. Foi assessor da Comissão de Relações Exteriores do Senado Federal. Atualmente pertence à carreira de Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental do Estado do Rio de Janeiro (EPPGG-RJ), atuando na Subsecretaria de Relações Internacionais da Casa Civil. É autor do livro A economia do desenvolvimento na América Latina: o pensamento da Cepal nos anos 1950 e 1990 e de inúmeros artigos em periódicos e coletâneas acadêmicas.

  • Ynaê Lopes Dos Santos

    Historiadora. Bacharel e licenciada em História pela USP, mestre e doutora em História Social pela mesma instituição com pós-doutorado pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Atualmente é professora da Escola de Ciências Sociais da Fundação Getulio Vargas (FGV). É autora dos livros Além da Senzala. Arranjos escravos de moradia no Rio de Janeiro (1808-1850) e Licenciatura em História da África.

INSCREVA-SE AQUI