SOCIEDADE DO CANSAÇO

OS DESAFIOS DA SOCIEDADE CONTEMPORÂNA PARA BYUNG-CHUL HAN


Leandro Chevitarese

De 06 a 13 de novembro - Terças-feiras - das 19h30 às 21h30 - 2 encontros

Foto: Herder

Em uma sociedade disciplinar, o indivíduo constitui-se a partir da coerção, edificando-se como um sujeito da obediência, do dever. Todavia, as transformações que configuram a atual sociedade do desempenho cada vez mais operam de modo distinto, favorecendo a constituição de um sujeito “empreendedor de si mesmo”, para o qual as possibilidades parecem infinitas.

Se a sociedade disciplinar produzia como efeito colateral loucos e delinquentes, a sociedade do desempenho, por sua vez, produz depressivos e fracassados, cansados e ansiosos. Como compreender e enfrentar os desafios desta nova forma de violência neuronal própria à vida contemporânea? Em busca de respostas a essa questão, visitaremos o pensamento do filósofo coreano radicado na Alemanha Byung-Chul Han, que tem se destacado como um dos principais críticos da era digital.

ÁREA DO ALUNO
Faça o download do material do curso

aulas


  • 06 NOV | A SOCIEDADE DO DESEMPENHO E SEUS SINTOMAS: DEPRESSÃO, BURNOUT, HIPERATIVIDADE E ANSIEDADE


  • 13 NOV | A PEDAGOGIA DO VER E A REVITALIZAÇÃO DO EROS COMO ANTÍDOTOS AO “MERO VIVER”


ministrado por


  • Leandro Chevitarese

    Doutor em Filosofia pela PUC-Rio. Professor adjunto de Filosofia do Departamento de Educação e Sociedade da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ); professor do programa de Pós-Graduação em Filosofia da UFRRJ, na linha de pesquisa Subjetividade, Ética e Política; professor convidado da Especialização em Filosofia Contemporânea da PUC-Rio.