SPINOZA E SUA OBRA EXTRAORDINÁRIA

ÉTICA, IMANÊNCIA E AFETOS


André Martins

De 25 de maio a 29 de junho - Segundas-feiras - das 20h às 22h - 6 encontros

Contemporâneo de Descartes, Hobbes e Newton, Baruch de Spinoza (1632-1677) escreveu sua obra na aurora da modernidade. Ele concordava com a ciência e a filosofia nascentes que desafiavam os argumentos de autoridades medievais que permitiam pensar apenas a partir das Escrituras Sagradas.

Mas discordava fortemente dos alicerces sobre os quais a nova filosofia se erguia. Tais alicerces eram análogos aos da filosofia medieval e remontavam a Sócrates e Platão, que consideravam: a ontologia que separa o mundo em duas substâncias, uma espiritual, racional ou pensante, outra material e passiva; a antropologia que daí decorre, que toma corpo e mente, ou alma, como duas substâncias; a concepção da vida social atomizada; e, por conseguinte, a existência do Bem e do Mal, o desinteresse e a não afetividade do pensamento; o arbítrio livre de um sujeito imaterial que pode e deve impor suas conclusões supostamente racionais à ação corporal, à teleologia na natureza, à ordem moral do mundo.

Ao criticar a modernidade nascente, Spinoza se revelava um filósofo cujo pensamento era muito à frente de seu tempo. Sua filosofia ilumina questões caras a nosso tempo, postas e evidenciadas pela derrocada do projeto iluminista e civilizatório moderno.

Por ocasião do inédito lançamento da obra completa de Spinoza em língua portuguesa, esse curso apresenta e sistematiza o pensamento desse grande filósofo holandês de família portuguesa, considerado “o príncipe da filosofia”.

ÁREA DO ALUNO
Faça o download do material do curso

aulas


  • 25 MAI | INTRODUÇÃO À FILOSOFIA DE SPINOZA
    Uma filosofia da imanência e dos afetos.


  • 01 JUN | TRATADO TEOLÓGICO-POLÍTICO (TTP) E TRATADO POLÍTICO (TP)
    Teologia não é filosofia, mas instrumento político de governo social. O funcionamento democrático.


  • 08 JUN | TRATADO DA REFORMA DO INTELECTO (TIE)
    A primeira ideia verdadeira e o método para conhecer e viver melhor: uma teoria do conhecimento.


  • 15 JUN | ÉTICA PARTES I E II
    A substância única, a união do corpo e da mente, o conatus, a teoria da imaginação e os gêneros de conhecimento.


  • 22 JUN | ÉTICA PARTES III E IV
    Os afetos passivos e ativos, a alegria e a tristeza, a ética afetiva racional.


  • 29 JUN | ÉTICA PARTE V
    O terceiro gênero de conhecimento, o Amor intelectual a Deus e a eternidade da mente.


ministrado por


  • André Martins

    Filósofo e psicanalista. Professor associado da UFRJ. Líder do Grupo de Pesquisas Spinoza e Nietzsche de Estudos de Filosofia da Imanência. Doutor em Filosofia pela Universidade de Nice, com pós-doutorado sênior pela Universidade de Provence. Professor visitante das universidades de Reims e Amiens. Pesquisador visitante da Universidade de Paris I – Sorbonne. Editor da Revista Trágica: Estudos de Filosofias da Imanência. Autor do livro Pulsão de morte?: por uma clínica psicanalítica da potência e de artigos e capítulos de livro publicados no Brasil, França, Alemanha, Portugal, Bélgica, Hungria e Estados Unidos. Organizador dos livros Spinoza et la psychanalyse, As ilusões do eu: Spinoza e Nietzsche e O mais potente dos afetos: Spinoza e Nietzsche.