UMA ARQUITETURA BRASILEIRA À CAPELA

COMENTÁRIOS SOBRE A BIENAL DE VENEZA ‘18


Carla Juaçaba

09 de novembro - Sexta-feira - das 19h30 às 21h30

CONCLUÍDO

A arquiteta carioca Carla Juaçaba dedica-se ao desenho de diversos espaços com um olhar disciplinado que destaca o particular e exuberante contexto brasileiro. Convidada em 2018 pela Cidade do Vaticano para a sua primeira participação na Bienal de Arquitetura de Veneza, Juaçaba apresentou a Vatican Chapel em uma interpretação particularmente minimalista, usando vigas de aço quadradas espelhadas e fileiras de suportes paralelos de concreto para implicar a forma e o layout interior de um espaço congregacional. A construção do esqueleto maximiza a transparência e a conexão perfeita entre o interior da capela e seu ambiente natural.

Nesse encontro, a arquiteta-artista contará um pouco sobre a experiência de ter participado da bienal e do processo de planejamento e desenvolvimento da capela.

ÁREA DO ALUNO
Faça o download do material do curso

ministrado por


  • Carla Juaçaba

    Arquiteta e investigadora independente desde 2000 no Rio de Janeiro. Como estudante trabalhou com a arquiteta Gisela Magalhães, da geração de Oscar Niemeyer, principalmente envolvida nas áreas de exposições relacionadas com as artes nativas brasileiras e museus históricos. Como parte de sua produção, é possível mencionar algumas obras significativas: O Pavilhão humanidade de 2012, feito com a diretora de teatro Bia Lessa; a Casa Rio Bonito, de 2005; a Casa Varanda, de 2007; e a Casa Santa Teresa, de 2017, exposição "A viagem das Carrancas" para IMS-RJ 2016.