Busca

     

Resultado



Encontros do cinema com a filosofia


Os filmes selecionados para esse curso têm em comum o uso da lente cinematográfica como recurso para propor uma reeducação do olhar, quase sempre viciado em repetir o próprio ponto de vista. Apresentando ângulos inesperados para o tratamento de questões humanas e classicamente filosóficas, como as ideias de verdade, justiça e finitude, esses filmes levam, necessariamente, à reflexão. Investindo na arte do olhar como possibilidade de cura e de transformação contínua da nossa relação com a existência, formulam uma pedagogia do espanto, perspectiva que orienta e impulsiona a filosofia desde a sua origem.

A CASA DO SABER RIO O GLOBO oferece, das 17h às 19h, gratuitamente, sessões dos filmes nas mesmas datas das aulas.



A filosofia encontra o cinema


Os filmes selecionados para esse curso têm em comum o uso da lente cinematográfica como recurso para propor uma reeducação do olhar, quase sempre viciado em repetir o próprio ponto de vista. Apresentando ângulos inesperados para o tratamento de questões humanas e classicamente filosóficas, como as ideias de verdade, justiça e finitude, esses filmes levam, necessariamente, à reflexão. Investindo na arte do olhar como possibilidade de cura e de transformação contínua da nossa relação com a existência, formulam uma pedagogia do espanto, perspectiva que orienta e impulsiona a filosofia desde a sua origem.

A CASA DO SABER RIO O GLOBO oferece aos inscritos, das 17h30 às 19h, sessões dos filmes nas mesmas datas das aulas.



FEIRA MODERNA 10: GAMES, MOVIMENTO MAKER E FICCÇÃO CIENTÍFICA


Para comemorar os dez anos da CASA DO SABER RIO O GLOBO e a décima edição da série Feira Moderna, o jornalista Beto Largman vai contar com a presença de alguns dos convidados das edições mais concorridas do evento até hoje. Já há alguns anos os jogos eletrônicos desbancaram o cinema e outras áreas do setor de entretenimento, tornando-se a que mais fatura no mundo: a tecnologia desenvolvida para os games está presente em áreas tão distintas quanto treinamento, medicina e educação.

O pesquisador e roteirista Arthur Protasio vai explicar como se deu essa espetacular evolução, tanto da parte técnica quanto do mercado de games. Marcela Sabino, diretora do Laboratório de Atividades do Amanhã do Museu do Amanhã, abordará temas como a cultura maker e seus desdobramentos e o impacto dos avanços tecnológicos – como inteligência artificial, internet das coisas, robótica e fabricação digital – na sociedade. Em sua participação, o neurocientista Stevens Rehen analisará, junto com a plateia, a tecnologia descrita em alguns dos filmes de ficção científica mais marcantes de todos os tempos. Enquanto algumas já fazem parte do nosso dia a dia, outras ainda estão bem distantes de se tornarem realidade.



O novo mundo da criança


Quando o exercício da autoridade dos pais entra em debate e os recursos tradicionais são considerados defasados, entramos em um cenário onde a falta de parâmetros impera na educação de nossos filhos. Os métodos que antes funcionavam já não são mais suficientes para uma novíssima geração marcada pela liberdade, pelo grande domínio tecnológico e por um excesso de estímulos e informação. Repensar a escola, os pais e seus limites nos ajuda a elaborar alternativas e formas possíveis de encarar as incertezas diante do tema e estratégias para o futuro.



Educação infantil - Na prática, a teoria é outra


Como é exercer a psiquiatra infantil tendo um filho de cinco anos? “Santo de casa faz milagre?” – essas são perguntas que os psiquiatras Fábio Barbirato e Gabriela Dias ouvem com frequência. Ao educar o filho Bruno, os dois se viram diante da máxima “na prática, a teoria é outra”, por isso se viram obrigados a repensar alguns conceitos até então defendidos com facilidade no ambiente acadêmico.

Nesses dois encontros, Fábio e Gabriela utilizarão a experiência como psiquiatras de crianças, pais e casal para conversar sobre teorias e práticas na educação infantil neste começo de século XXI, em que as referências conhecidas estão em plena transformação e tudo parece mudar o tempo todo.



O VALOR E O PREÇO DA ARTE


Por que as obras de arte são caras? O que determina os preços? Um dos efeitos perversos da mercantilização da arte é a relação entre o preço de uma obra de arte e a percepção de sua importância. Afinal, se é algo tão caro deve ser relevante. No entanto, estabelecer o valor econômico de uma obra de arte é complexo e um exercício por vezes misterioso. A palestra de Giovanni Gasparini, professor da Christie's Education, braço na área de educação da famosa casa de leilões, vai analisar a relação histórica e atual entre o valor rercebido de uma obra de arte e sua precificação, lançando alguma luz sobre os mecanismos por trás do mercado de arte.  Esta palestra contará com tradução simultânea.



Quem educa?


A família atual vem progressivamente transferindo para a escola uma parte significativa da educação dos filhos. O fenômeno da “terceirização” da educação produz novas formas de subjetivação. Haveria uma pressuposição dos pais de que caberia a outras instâncias sociais o exercício da autoridade sobre a prole? Esse curso discutirá os efeitos dessa omissão da família sobre o psiquismo da criança e do jovem na atualidade.



POR QUE O BRASIL CRESCE MENOS DO QUE PODE?


Os economistas Fabio Giambiagi e Alexandre Schwartsman são autores do recém-lançado livro Complacência - Entenda por que o Brasil cresce menos do que pode. Na obra, os dois especialistas atualizam a crítica à ausência de medidas mais incisivas por parte do governo em relação a determinantes do crescimento da economia brasileira, como educação, infraestrutura e elevação da poupança doméstica. Nessa aula aberta, Giambiagi faz um panorama sobre a atual situação econômica para buscar compreender por que o Brasil tem dificuldade de crescer em um ritmo mais veloz e harmônico. Uma sessão de autógrafos do livro complementará o evento.



Paternidade e maternidade no século XXI


A função da maternidade e da paternidade não mudou muito nos últimos anos, mas muitos dos desafios apresentados a pais e mães no século XXI são distintos dos vivenciados por pais de gerações passadas. A modernidade trouxe novos desafios e questões para as famílias na tarefa da educação. Com três especialistas de formações distintas, o curso busca refletir sobre esses temas.