A DEMOCRACIA EM CRISE


Dulce Pandolfi

22 e 29 de january - Wednesdays - das 19h30 às 21h30 - 2 encontros

A república no Brasil foi proclamada em 1889. De lá para cá, o país conheceu diferentes formas de regimes políticos, conviveu com diversos sistemas partidários e com variados arranjos políticos institucionais. Tivemos durante o Brasil republicano oito constituições, além das inúmeras reformas e emendas. Momentos mais democráticos se alternaram com outros, mais autoritários. Entre 1937 e 1945, por exemplo, foi instalado um regime ditatorial chefiado por Getúlio Vargas que fechou o Legislativo e aboliu todos os partidos políticos. Uma nova ditadura foi implantada no país, entre 1964 e 1985, desta vez, chefiada pelos militares. Em 1988, com a promulgação de uma nova Constituição, o Brasil parecia entrar numa fase de normalidade democrática. Trinta anos depois, sobretudo a partir do resultado das eleições de 2018, significativas mudanças políticas e ideológicas estão em curso. Não só em nosso país, mas em diversos outros pelo mundo, o regime democrático vem sendo questionado.

Este curso tem o objetivo de entender os limites, os impasses e os desafios da atual democracia. A ideia é fazer uma reflexão sobre o nosso passado histórico para encontrar um caminho de entendimento.

INSCRIÇÃO ONLINE
Valor R$ 260.00

INSCREVA-SE AQUI

Conheça as formas de pagamento e a
política de cancelamento

ÁREA DO ALUNO
Faça o download do material do curso

aulas


  • 22 JAN | A FORÇA DO PASSADO NO PRESENTE: OS LIMITES DA DEMOCRACIA


  • 29 JAN | A DEMOCRACIA BRASILEIRA EM CRISE: IMPASSES E DESAFIOS


ministrado por


  • Dulce Pandolfi

    Historiadora. Doutora e mestre em Ciência Política pela UFF e pelo Iuperj, respectivamente, e formada em Ciências Sociais pela UFF. Foi pesquisadora e professora do CPDOC da FGV. Também foi diretora do Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase), Conselheira Regional da Sociedade Brasileira do Progresso para a Ciência (SBPC), e professora da PUC-Rio e da Universidade Cândido Mendes. Coordenou os Grupos de Trabalho da Anpocs de História Oral e Memória e de Biografia e Memória Social. Entre 2012 e 2015, foi diretora do Centro Internacional Celso Furtado de Políticas para o Desenvolvimento.

INSCREVA-SE AQUI