MEMÓRIAS DO HOLOCAUSTO: OS LIMITES DA LINGUAGEM NA EXPERIÊNCIA DA BARBÁRIE


Milla Benicio

De 28 de março a 11 de abril - Quintas-feiras - das 19h30 às 21h30 - 3 encontros

Mais de 70 anos após o Holocausto, ainda nos sentimos desafiados a voltar a esse evento-limite para repensarmos as fronteiras de nossa condição humana. A primeira questão que se coloca é já sobre a possibilidade de rememorar o episódio, uma vez que a experiência da barbárie parece interditar ao homem sua própria capacidade simbólica. Assim, o curso propõe-se a refletir sobre os limites da linguagem na tentativa de se narrar eventos que extrapolam o sentido mesmo do que é ser humano, debruçando-se sobre obras de três áreas distintas - a literatura, o cinema e a filosofia.

INSCRIÇÃO ONLINE
Valor R$ 360,00

INSCREVA-SE AQUI

Conheça as formas de pagamento e a
política de cancelamento

ÁREA DO ALUNO
Faça o download do material do curso

aulas


  • 28 MAR | LITERATURA

    O Holocausto em outras palavras: MAUS, de Art Spiegelman. Única HQ a ser vencedora de um Prêmio Pulitzer, MAUS reinventa, sob a forma de paródia, a possibilidade de se narrar o trauma e traz um dos relatos mais singulares já feitos sobre o Holocausto.


  • 04 ABR | CINEMA

    Noite e Neblina, de Alain Resnais, e as imagens do silêncio. O documentário, produzido apenas dez anos pós o fim da Segunda Guerra, traz registros de campos de concentração há pouco habitados por milhares de judeus. As imagens, aliadas à narração de um sobrevivente, são capazes de tornar palpável uma realidade que que não podemos imaginar por meio de estatísticas.


  • 11 ABR | FILOSOFIA

    O que resta de Auschwitz, de Giorgio Agamben. Trabalhando conceitos cruciais para a sua obra, como o de Homo Sacer, Agamben propõe uma reflexão sobre como narrar um evento que extrapola a dimensão humana, ainda que tal narração se dê a partir de testemunhos.


ministrado por


  • Milla Benicio

    Professora adjunta de Comunicação, Publicidade e Marketing no Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ), em Niterói. É bacharel em Comunicação, mestre em Teoria Literária e doutora em Comunicação e Cultura pela UFRJ, além de pós-graduada em Língua Francesa e Literaturas Francófonas pela UFF.  

INSCREVA-SE AQUI