MULHERES, HOMENS E PIANOS: UMA HISTÓRIA SOCIAL DO PIANO E SUA PRESENÇA NA IDENTIDADE DAS AMÉRICAS


Simone Leitão

17 e 24 de june - Thursdays - das 19h às 20h30 - 2 encontros

O piano nasceu da vontade individual de uma pessoa em 1700. A pedido de Ferdinando di Medici, Bartolomeo Cristofori construiu um cravo “per suonare piano e forte” que pudesse produzir dinâmica, ou seja, que tocasse alto e baixo. Um século depois, ele era o instrumento central das casas e dos teatros, ganhando inclusive um espetáculo só para si. O instrumento da burguesia e do romantismo, o poeta revolucionário. Desde então, o piano tem sido o símbolo da sociedade ocidental, criatura do desejo individual, desenvolvido pela revolução industrial. O mais popular de todos os instrumentos e símbolo muitas vezes de poder econômico.

Nesses dois encontros, vamos explorar as transformações do instrumento e sua função na sociedade ocidental. A cada capítulo, serão executados exemplos ao vivo a partir de um piano 3/4 de cauda, Boston Steinway.
_______________________________________________________________________________________________

INFORMAÇÃO IMPORTANTE: CURSO ONLINE AO VIVO + REPLAY

> Este curso faz parte da programação online ao vivo e gravada da Casa do Saber Rio via Zoom.
>> Se não puder participar ao vivo na primeira data, o Replay (gravado) de cada aula ficará disponível na Área do Aluno até 1 SEMANA após o final do curso.
​>>> Os inscritos receberão, por e-mail, a senha da Área do Aluno. 

*Para qualquer dúvida em relação ao recebimento do link ou da senha da Área do Aluno, entre em contato pelo e-mail inforio@casadosaber.com.br, pelo número (21) 2227-2237 ou mande uma mensagem para o WhatsApp (21) 99478 9591.

 

As inscrições podem ser feitas pelos telefones (21) 2227 2237.

ÁREA DO ALUNO
Faça o download do material do curso

aulas


  • 17 JUN | DE 1700 ÀS MONUMENTAIS FÓRMULAS DO ROMANTISMO

    Passando pelo grande protagonista das mudanças estruturais do instrumento: Beethoven. O encontro termina abordando a primeira grande geração dos romanticos: Chopin, Liszt, Mendelssohn, Schumann e Clara.


  • 24 JUN | A INTERNACIONALIZAÇÃO DO INSTRUMENTO A PARTIR DE MEADOS DO SÉCULO XIX E SUA PRESENÇA NA MÚSICA DE CONCERTO E POPULAR DAS AMÉRICAS

    Obras de Gershwin, Villa-Lobos, Piazzola e exemplos dos idiomas musicais das Américas que impulsionaram a importancia do instrumento no mundo, em uma posição ainda mais inclusiva.


ministrado por


  • Simone Leitão

    Pianista clássica. Participou de quatro recitais no Carnegie Hall, em Nova York (EUA). Atua como solista de orquestra, camerista e recitalista no Brasil, nas Américas, na China e na Europa. É Doctor of Musical Arts (DMA) em Piano Performance e em História da Música pela University of Miami (EUA), mestre pela Academia de Música da Noruega, e bacharel em Música pela Unirio. Em 2017, lançou seu segundo álbum com obras de Bach. Empreendedora cultural, é diretora artística da Semana Internacional de Música de Câmara e da Academia Jovem Concertante.  



Precisa de ajuda para fazer sua inscrição?

Fale com a Maggy por aqui!