O PODER, O MAL E O AMOR EM SHAKESPEARE

DIVERSIDADE E HUMANIDADE NA OBRA DO BARDO


José Roberto De Castro Neves

De 04 a 18 de june - Tuesdays - das 19h30 às 21h30 - 3 encontros

William Shakespeare (1564 – 1616) desnudou a natureza humana. Chega-se a dizer que não somos nós que lemos Shakespeare – foi ele que nos leu. A diversidade de personagens é inesgotável, cada um com suas características. Boas e más qualidades convivem sem perder suas intensidades. No curso, o lado humano no cânone do Bardo será explorado em três fronts distintos: nas relações com o poder, com o mal e com o amor. Evidentemente, em nenhuma das situações, o dramaturgo se rende a estereótipos ou segue um padrão. Essas relações se desenvolvem de variadas formas, mas, como são sempre humanas, estão a todo tempo encontrando paralelos na história e nos dias atuais.

Embora Shakespeare tenha morrido há exatos 400 anos, suas obras guardam o frescor do jornal que se lê pela manhã. Como o assunto é a humanidade, vê-se que os mesmos sentimentos responsáveis pelas nossas ações se encontram, a nu, nas obras do Bardo.

INSCRIÇÃO ONLINE
Valor R$ 360.00

INSCREVA-SE AQUI

Conheça as formas de pagamento e a
política de cancelamento

ÁREA DO ALUNO
Faça o download do material do curso

aulas


  • 04 JUN | O HOMEM PÚBLICO EM SHAKESPEARE

    As peças históricas: de Ricardo II a Ricardo III.


  • 11 JUN | OS VILÕES DE SHAKESPEARE

    Aarão (Tito Andrônico), Ricardo III (Ricardo III), Iago (Otelo), Lady Macbeth (Macbeth). Os canalhas: Petrucchio (A megera domada), Falstaff (Henrique IV, parte 1; Henrique IV, parte 2; Henrique V; As alegres comadres de Windsor) e Paroles (Tudo está bem quando termina bem).


  • 18 JUN | OS CASAIS DE SHAKESPEARE

    Romeu e Julieta, Tróilo e Créssida, Antônio e Cleópatra, os Macbeths.


ministrado por


  • José Roberto De Castro Neves

    Advogado. Doutor em Direito Civil pela Uerj -, mestre em Direito pela Universidade de Cambridge (Inglaterra), e bacharel em Direito também pela Uerj. É professor de Direito Civil na PUC-Rio, na Uerj e na Fundação Getúlio Vargas (FGV). É autor de A Invenção do Direito e Medida por medida – O direito em Shakespeare.

INSCREVA-SE AQUI