SELFIE, LOGO EXISTO: COMO SOMOS AFETADOS PELA HIPERCONECTIVIDADE?


Marcelo Veras

28 de october - Monday - das 19h30 às 21h

CONCLUÍDO

Que efeitos sobre a imagem de si podem ser observados quando se vive sob o olhar absoluto das câmeras? Qual a influência das redes sociais e quais as características das novas gerações que nasceram imersas no mundo das ferramentas digitais? Diante do declínio da intimidade e da reiteração da própria imagem em selfies, é necessário estudar quais as possíveis soluções para um mundo em que as relações virtuais substituem, aos poucos, as relações entre os corpos. Neste encontro, faremos uma reflexão sobre como a revolução digital e a hiperconectividade vêm nos afetando nos últimos 20 anos.

PARCERIA

ÁREA DO ALUNO
Faça o download do material do curso

ministrado por


  • Marcelo Veras

    Psiquiatra e psicanalista da Associação Mundial de Psicanálise e da Escola Brasileira de Psicanálise, a qual dirigiu de 2013 a 2015. É doutor em Psicologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e mestre em Psicanálise pela Universidade Paris VIII (França). Foi diretor do Hospital Psiquiátrico Juliano Moreira, em Salvador, e presidente da Comissão Técnica de Reforma Psiquiátrica do Estado da Bahia. Atualmente, coordena o Programa de Saúde Mental (PsiU) da Universidade Federal da Bahia. É autor dos livros A loucura entre nós e Selfie, logo existo.