UMA INTRODUÇÃO À ANTROPOLOGIA


Yvonne Maggie

23 e 30 de may - Thursdays - das 19h30 às 21h30 - 2 encontros

Como a Antropologia, uma ciência que nasceu do estudo dos povos nativos, pode ajudar a compreender os dias de hoje? Em um contexto de intolerância e de radicalização na vida cotidiana e na política, o conceito de relativização ajuda a nos colocarmos no lugar do outro. Em tempos de dúvidas e incertezas, buscar a compreensão da alteridade pode ser um bom começo. A Antropologia oferece ferramentas que operam como antídotos importantes para as tentações de generalização. Exemplos são a etnografia e a observação participante, os métodos clássicos formulados pelo fundador dessa ciência, polaco Bronislaw Malinowski (1884-1942). Outras foram pensadas pela Escola de Manchester, que ensina a mergulhar na análise de situações sociais, assim como fizeram os britânicos Victor Turner (1920-1983), e Max Gluckman (1911-1975), o brasileiro Roberto DaMatta e o inglês Peter Fry

O objetivo do curso é apresentar os principais pensadores e escolas da Antropologia a todos aqueles que desejam adquirir e transmitir o gosto por essa perspectiva e por tudo aquilo que ela tem a oferecer para a compreensão do mundo de hoje.

INSCRIÇÃO ONLINE
Valor R$ 260.00

INSCREVA-SE AQUI

Conheça as formas de pagamento e a
política de cancelamento

ÁREA DO ALUNO
Faça o download do material do curso

aulas


  • 23 MAI | ESCOLAS E PENSADORES DA ANTROPOLOGIA


  • 30 MAI | O GOSTO PELA PERSPECTIVA ANTROPOLÓGICA


ministrado por


  • Yvonne Maggie

    Professora emérita da UFRJ. Graduada em Ciências Sociais pela UFRJ, tem especialização em Antropologia Urbana e das Sociedades Complexas na Universidade do Texas, em Austin, Estados Unidos. Obteve o título de mestre e doutora em Antropologia Social também pela UFRJ. Foi coordenadora do Laboratório de Pesquisa Social e diretora do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da UFRJ. É comendadora da Ordem Nacional do Mérito Científico. Autora, entre outras obras, de Guerra de orixá: um estudo de ritual e conflito, e Medo do feitiço: relações entre magia e poder no Brasil. Atualmente mantém um blog no portal de notícias G1.

INSCREVA-SE AQUI